“A razão por que a despedida nos dói tanto é que nossas almas estão ligadas. Talvez sempre tenham sido e sempre serão. Talvez nós tenhamos vivido mil vidas antes desta e em cada uma delas nós nos encontramos. E talvez a cada vez tenhamos sido forçados a nos separar pelos mesmos motivos. Isso significa que este adeus é ao mesmo tempo um adeus pelos últimos dez mil anos e um prelúdio do que virá.
Quando olho para você, vejo sua beleza e sua graça e sei que elas cresceram mais fortes a cada vida que você viveu. E sei que passei cada vida antes desta buscando você. Não alguém como você, mas você pois sua alma e a minha precisam encontrar-se sempre. E então, por um motivo que nenhum dos dois compreende, fomos forçados a dizer adeus.
Eu adoraria dizer-lhe que tudo vai dar certo para nós, e prometo fazer tudo que puder para isso. Mas se nunca mais nos reencontrarmos e isto agora for realmente adeus, sei que nos veremos de novo em outra vida. Vamos nos encontrar outra vez, e talvez as estrelas tenham mudado, e não apenas amaremos um ao outro nessa vida futura mas por todas as vidas que tivemos antes.”

A linda história de amor descrita no livro Diário de Uma Paixão  de Nicholas Sparks também foi adaptado para o cinema e emociona plateias ao longo do mundo.

Anúncios