╰♡╮ por Maris Stella

Segundo o dicionário Aurélio os conceitos Crenças e Valores são:

Crenças – são opiniões adotadas com fé e convicção:

Valores – normas, princípios ou padrões sociais aceitos ou mantidos por indivíduo, classe, sociedade; etc…

Portanto, crenças e valores possuem relação com nossa escala de níveis neurológicos e dessa maneira, são condutores que liberam nossa energia ou a bloqueiam completamente; podendo atuar de forma repressora ou motivadora. As crenças limitantes são padrões ou condicionamentos distorcidos reforçados a cada vez que nós confirmamos a crença ou seus valores como verdadeiros. O que aprendemos ou apreendemos ao longo da vida em relação aos processos de perdas e vivências do luto nos prendem num ciclo de sofrimento ou nos ajudam a buscar um caminho de superação?

Compreendemos, sentimos e interagimos com o mundo à nossa volta a partir dos filtros e interpretações que se orientam através dos  cinco sentidos: visão, audição, tato, paladar, olfato e fundamentalmente de nossas relações familiares, sociais e culturais. Nossas interpretações são essencialmente dependentes das crenças e valores construídas individual e coletivamente; o que significa dizer vemos e vivemos no mundo a partir das coisas e na forma em que acreditamos. Somos seres racionais e dotados de inteligência, então por que nos limitamos?

São várias as razões e possibilidades, mas os traumas possuem grande influência na aquisição de crenças limitantes graves, aquelas com potencial de provocar intenso sofrimento e até paralisar a vida da pessoa em áreas mais diretamente relacionadas ao que motivou o registro traumático.

Nesse caso, a morte de um ente querido, o fim de um relacionamento amoroso, a saída de um filho de casa, enfim situações onde a pessoa avalia em si uma ruptura, uma perda, por consequência vivendo um processo de luto, podem acarretar ou sofrer as consequências de uma crença limitante provocando fobias ou outras sintomatologias incapacitantes. Como é possível identificar e quebrar esse tipo de padrão de comportamento durante um período de luto?

Geralmente um ciclo de sofrimentos se instala de modo sutil e sem intenções malsãs desde a fase infantil potencializado por ocorrências da vida adulta. No caso de um processo de luto, a pessoa vai internalizando falas como essas a partir das relações sociais, proferidas à titulo de consolação no mais das vezes, através daquelas que lhes são mais próximas:

  • “isso é demais para você, nunca mais vai conseguir superar essa perda”
  • “não sei como você vai conseguir viver a partir de agora”
  • “vocês dois foram feitos um para outro”
  • “sua perda foi muito grande, seu luto nunca terá fim”

Promovendo durante o luto uma relação direta e tão profunda que numa mente já vulnerável e de modo inconsciente há uma rápida assimilação e reprodução dessas ideias como se fossem verdades imutáveis intensificando o sofrimento:

  • Minha vida também acabou;
  • Eu não saberei viver sem a presença dele/a;
  • Eu não tenho mais o direito a ser feliz;
  • Eu não sei como posso resolver este problema;
  • Eu não tenho capacidade de superar essa perda;
  • Eu não consigo, eu não posso, eu não sei.

Ancorado na busca pelo autoconhecimento, encontrar um caminho de superação para uma fase de luto exige um esforço pessoal muitas vezes intenso e difícil. Se livrar dessas armadilhas e ressignificar sua vida após os eventos dolorosos é buscar crenças, valores e atitudes que sejam positivas e assertivas desenvolvendo novos padrões de comportamento para colocar fim a um período de descrédito e vitimização muito comuns em experiências intensamente dolorosas.

Nessa tomada de consciência de novos direcionamentos diante do luto, o ThetaHealing é uma técnica terapêutica que favorece na aquisição do processo de autocura, favorece na construção de novos roteiros mentais no caminho da superação e fortalecimento interior.  A Terapeuta e instrutora Camilla Borges está oferecendo em Vitória da Conquista mais um curso dessa valiosa estratégia que a cada dia ganha mais reconhecimento e alcance. Reprograme sua vida para novas e benéficas crenças.

Aproveite essa chance!

Clique aqui saiba todas as informações e inscreva-se!

#thetahealing #dnabasico  #conexaoluzevida #camillaborgesthetahealing

Anúncios