Mesmo que costumemos a relacioná-la sempre com o falecimento, o certo é que a síndrome da cadeira vazia também pode aparecer em vida, fruto de um abandono ou da solidão.

mujer-mirando-silla-vacc3ada-500x341-500x341

 

A síndrome da cadeira vazia se refere ao sentimento que aparece ante a perda de uma pessoa especial para nós. Pode ser um familiar, um amigo, irmãos, etc.

Pode ser confundida com a tristeza de perder alguém, mas se denomina síndrome porque causa uma intensidade especial naqueles momentos no quais, supõe-se, que deveria se comemorar com alegria e grande alvoroço.

A síndrome da cadeira vazia costuma a se manifestar em determinadas épocas, como o Natal, um aniversário ou alguma festividade que consideremos especial.

Observamos a cadeira em meio a tantas outras que se encontram ocupadas e sentimos um vazio enorme, uma angústia que nos leva a sofrer desta terrível síndrome…

Este sentimento tão forte está muito relacionado com o processo de luto no qual talvez você já tenha se encontrado em alguma ocasião.

Ante a perda de alguém passamos por um período no qual temos que nos acostumar a viver sem essa pessoa, experimentando uma época de intensa dor.

O luto pode se estender no tempo necessário até conseguirmos lidar com a perda e consigamos viver a vida de novo, sem a sensação de vazio que sentimos no momento recente a perda.

Leia o artigo completo em: Melhor com saúde

Anúncios