por Maris Stella

11181338_828987187190044_7507365765868489153_nA gente aprende desde nossas primeiras experiências infantis que apesar das perdas, a vida prossegue. Já reparou quantas coisas você teve de superar em sua vida até agora? Sua história pessoal é de muita luta. Chegou até aqui por um esforço muito grande de sua parte em tentar se juntar todas às vezes em que o peso do sofrimento dobrou os seus joelhos. Foi difícil levantar. Mas, você conseguiu. E vai conseguir outra vez!

Muitas foram as mãos estendidas que te ajudaram. Muitas foram as pessoas que não podendo fazer mais nada, choraram junto contigo. Como é bom e necessário, ter alguém para dividir conosco nossas lágrimas, não é mesmo?

Hoje, essa é a maior de suas lutas. Sem dúvida, nada se compara ao que vivencia agora. A perda de um filho, é a perda definitiva do corpo amado. E junto carrega sonhos e projetos de futuro. Escurece os dias, nos tira o chão embaixo dos pés e coloca tudo em suspensão. Parece que também a sua existência foi enterrada naquele túmulo. Só parece…

Mas, não foi! E como fez das outras tantas perdas que superou, também esta vivência dolorosa será superada. Outros amores estão ao seu lado esperando sua luz voltar a brilhar. Você sabe que seu filho não era aquele corpo. Ele era o tudo que significa e nunca deixará de significar. O que ficou de vocês é o que nunca morre, o amor indestrutível que une o seres entre mundos e possibilidades.

Quando essa certeza acalmar e cicatrizar seu coração, a luz voltará em seus olhos e dias, te ajudando a vencer as dificuldades do caminho. Com a experiência das outras situações difíceis que superou, você retomará aquela força que te fez invencível frente à outras dores e novamente vai enxugar suas próprias lágrimas e voltar a ser a mão estendida em auxílio aos outros.

“Fazer aos outros o que gostaríamos fosse feito à nos”. Esta é a mais eficiente técnica e meio de autocura que existe.

Um fraternal abraço,

#renascendo #terapiadoluto #autoconhecimento#MenteNova #amorfraterno

Anúncios