por Maris Stella Schiavo Novaes, mãe eterna de Leonam e João Paulo

crédito: imagem da internet
crédito: imagem da internet

Relutei em dizer mas minha saudade tem caras, tamanhos, pesos e intensidades diferentes em minha vida. Minha primeira saudade, um bebezinho que recebeu o nome de João Paulo. Uma semente que feneceu ainda na promessa de um nascimento não concretizado nesta vida. Passou por mim durante nove meses se fazendo uma esperança a alegrar ainda mais a casa junto aos dois irmãos que o antecederam. Contudo, esta flor eu e meu marido não colhemos.

Nos consolamos como possível e acho mesmo que juntos pouco falamos um pro outro a respeito do vazio da perda e das expectativas dessa vida não florida em nosso jardim. Com os dois pequenos a exigir atenção, nunca nos demos conta da real do valor da ausência do bebê João Paulo.

Olhar e remexer nessas vivências agora acorda tanta vida guardada, que nem sei…

Do meu adolescente falo depois…

Anúncios