No difícil processo de vivenciar o luto, a gente pode e deve lançar mão de todo e qualquer tipo de estratégia que tenha por finalidade nos ajudar no fortalecimento interno. E nesse caso, a indústria do cinema tem alguns referenciais bem interessantes. Esta resenha do blog da Carolina Vianna, apresenta de forma magistral o filme “A Delicadeza”, adaptação de um romance onde a protagonista fica viúva, precisa organizar a vida e seguir em frente após sua perda.

Uma boa alternativa para este fim de semana!

Cine Blog Sem Nome

La Délicatesse (A Delicadeza do Amor em português) é um filme onde Audrey Tautou é Nathalie, uma mulher jovem, recém casada e sem filhos que sente o chão sumir debaixo dos pés quando seu companheiro morre de repente.

O filme retrata o difícil processo do luto e superação ao mesmo tempo em que se enfrenta um mundo que enxerga a mulher viúva, ainda nos dias de hoje, como a coitada incapaz que perdeu não um amor, mas um tutor do sexo masculino. Viver o luto e enfrentar o julgamento de pessoas quando se procura o reinício da vida social perdida ou até mesmo viver um novo amor é o desafio da personagem. Por isso digo que foi a primeira vez que pude assistir a vida de uma viúva moderna ser retratada no cinema com tanta verdade e Audrey Tautou com a mesma graça e ternura de sempre e François Damiens…

Ver o post original 40 mais palavras

Anúncios